2018
DOI: 10.21675/2357-707x.2018.v9.n4.1353
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Marcas Do Passado: Memórias E Sentimentos De (Ex) Portadores De Hanseníase Residentes Em Um Antigo “Leprosário”

Abstract: Resumo: Objetivo: descrever as principais memórias e sentimentos de “ex-portadores” de hanseníase residentes em um antigo “leprosário” localizado na região metropolitana do município de Belém, Estado do Pará. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevistas em profundidade, no período de setembro a outubro de 2016, tendo como amostra de convivência onze (ex) portadores de hanseníase. A análise dos dados foi feita com base … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
0
0
1

Year Published

2023
2023
2023
2023

Publication Types

Select...
3

Relationship

0
3

Authors

Journals

citations
Cited by 3 publications
(5 citation statements)
references
References 4 publications
(8 reference statements)
0
0
0
1
Order By: Relevance
“…The documentary research is based on materials considered primary sources, which received no analytical treatment. In them, the researcher analyzes the facts without interference, only interpretations (Sá-Silva;Almeida;Guindani, 2009).…”
Section: Methodsmentioning
confidence: 99%
See 1 more Smart Citation
“…The documentary research is based on materials considered primary sources, which received no analytical treatment. In them, the researcher analyzes the facts without interference, only interpretations (Sá-Silva;Almeida;Guindani, 2009).…”
Section: Methodsmentioning
confidence: 99%
“…Compulsory isolation and family breakdown reflect the strong stigmatization of the disease (Pinto Neto et al, 2000). The humiliation, embarrassment, fear, and contempt attributed to these people influenced-and still influences-the devaluation of their images in their lives and in public space (Almeida et al, 2018). Stigma is socially and historically constructed and is updated in the reactions of prejudice and even forgetfulness, including reactions to body changes as the disease progresses in the absence of treatment (Bordon et al, 2019).…”
Section: Leprosy As a Stigmamentioning
confidence: 99%
“…Assim, demonstram que os setores censitários com mais vulnerabilidade -medidos pelo índice de vulnerabilidade social -possuem taxas mais altas de detecção da doença. 23 Descrever as principais memórias e sentimentos de "(ex) portadores" de hanseníase residentes em um antigo "leprosário".…”
Section: Mapeamento E Tipologia Das Vulnerabilidadesunclassified
“…Buscamos tanto o que é comum nos três relatórios quanto o que é particular do município, e em cada uma dessas situações, partirmos desse contexto para discutir contextos mais amplos (Alves-Mazzotti, 2006). A pesquisa documental é baseada em materiais considerados fontes primárias, que não recebem tratamento analítico e é o pesquisador quem analisa os fatos, sem interferência, apenas interpretações (Sá-Silva;Almeida;Guindani, 2009).…”
Section: Metodologiaunclassified
“…O isolamento compulsório e a desagregação familiar refletem na forte estigmatização da doença (Pinto Neto et al, 2000). A humilhação, o constrangimento, o medo e o desprezo atribuído a essas pessoas influenciava -e ainda influencia -na desvalorização de suas imagens, na vida e no espaço público (Almeida et al, 2018). O estigma é construído social e historicamente e se atualiza nas reações de preconceito e, até mesmo, no esquecimento, ele inclui a reação às mudanças no aspecto corporal, que ocorre à medida em que a doença vai se desenvolvendo e não está sendo realizado o tratamento (Bordon et al, 2019).…”
Section: A Hanseníase Como Estigmaunclassified