volume 6, issue 2, P279-301 2004
DOI: 10.1590/s1517-106x2004000200008
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Ramuz era apaixonado pelas lendas alpinas e nelas se inspirou para escrever numerosos textos. O presente artigo examina o caso de La Grande Peur dans la montagne, de 1926, e mostra que o romance é atravessado por vários lugares comuns lendários, como o caçador diabólico e o purgatório glacial onde erram as almas danadas. À maneira de certas novelas de Maupassant, o personagem principal de La Grande Peur, Joseph, confronta-se com acontecimentos sobrenaturais que o fazem progressivamente penetrar em um universo …

Expand abstract