2004
DOI: 10.1590/s0066-782x2004002200001
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Classe I: evidência ou concordância geral de que o tratamento é benéfico, útil e eficaz.Classe II: evidência conflitante e/ou divergência de opinião quanto à utilidade e à eficácia do tratamento.Classe IIa: forças das evidências/opiniões em favor da utilidade e da eficácia.Classe IIb: forças das evidências/opiniões menos bem estabelecidas quanto à utilidade e à eficácia.Classe III: evidência ou concordância geral de que o tratamento não é útil/eficaz e em alguns casos pode ser prejudicial. Nível de evidência A… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
15
0
33

Year Published

2006
2006
2008
2008

Publication Types

Select...
4

Relationship

0
4

Authors

Journals

citations
Cited by 47 publications
(686 citation statements)
references
References 522 publications
(686 reference statements)
0
15
0
33
Order By: Relevance
“…Reperfusion strategies aim to restore the flow with early coronary replacing, to limit infarction size, and reduce myocardial damage, consequently improving the ventricular dysfunction and the patient's life expectancy (3) . This paper has the purpose to identify, by means of a retrospective cohort study, the factors that delay the administration of thrombolytics in a general hospital.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…Reperfusion strategies aim to restore the flow with early coronary replacing, to limit infarction size, and reduce myocardial damage, consequently improving the ventricular dysfunction and the patient's life expectancy (3) . This paper has the purpose to identify, by means of a retrospective cohort study, the factors that delay the administration of thrombolytics in a general hospital.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…No Brasil, a III Diretriz sobre Tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), publicada em 2004, também recomenda a intervenção coronária percutânea de resgate nos casos de insucesso da trombólise química comprovado por ausência de sinais clínicos e/ou eletrocardiográficos de reperfusão e persistência de sintomas isquêmicos ou instabilidade hemodinâmica (Classe IIa, nível de evidência C) 13 . Por exemplo, em 1999, um pequeno estudo espanhol, com 20 pacientes submetidos a ATC de resgate com stent convencional, obteve resultados satisfatórios em seguimento de seis meses, mas a taxa de sangramento foi um obstáculo à exeqüibilidade da estratégia 19 .…”
Section: Indicaçõesunclassified
“…O Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) é responsável por mais de sessenta mil óbitos em nosso país, sendo considerado causa isolada de mortalidade; a cada cinco ou sete casos de IAM ocorre um óbito, número considerado alto para a atualidade (1,2) . Uma das formas de tratamento da DAC e/ou IAM é a Cirurgia de Revascularização do Miocárdio (CRM), considerada causadora de angústias e medos para o paciente que irá se submeter a este procedimento e à sua família, uma vez que por ser um procedimento de alta complexidade que pode tanto preservar a vida como também extingui-la.…”
Section: Reconhecendounclassified
“…Um outro ponto importante a ser considerado ao tratarmos de CRM diz respeito ao tempo de internação, que pode se tornar prolongado, e a recuperação longa e gradual. Isto muitas vezes, implica em recesso do trabalho, suspensão definitiva ou temporária de algumas atividades, levando à alteração do estilo de vida, tornando necessário que o paciente e sua família tenham cuidados específicos após a realização da cirurgia (2) . É evidente a forte relação existente entre a cirurgia cardíaca, mais especificamente, a CRM, com o desgaste emocional do paciente e seus familiares, bem como a necessidade de envolvimento das pessoas que enfrentam este processo para que a recuperação e a reabilitação se dêem de forma efetiva.…”
Section: Reconhecendounclassified