2009
DOI: 10.1590/s0103-40142009000300029
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Tendo por horizonte compreender a formação da obra de Graciliano Ramos, o cerne deste ensaio é a apresentação da revista Novidade (Maceió, 1931). O estudo dessa revista revela como o grupo nordestino ao qual Graciliano pertenceu se manifestou contra chavões na arte e na política. O romancista publicou na Novidade o capítulo24 de Caetés e as crônicas "Sertanejos", "Chavões" (inéditas), "Milagres" e "Lampião". Desde esses textos, Graciliano formalizou em toda a sua obra, de singular rigor estético e ético, o imp… Show more

Help me understand this report

This publication either has no citations yet, or we are still processing them

Set email alert for when this publication receives citations?

See others like this or search for similar articles