1990
DOI: 10.1590/s0102-311x1990000100007 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Um levantamento realizado pelo Núcleo de Recursos Humanos da Ensp/Fiocruz, em 1984, mostrou que, em nosso país, no setor saúde, 61,3% da força de trabalho se distribuem entre médicos e atendentes de enfermagem. Tendo em vista os princípios da Reforma Sanitária, intentando configurar o Sistema Único de Saúde com a perspectiva de avaliação constante de sua resolutividade, percebe-se que uma das dificuldades consiste na escolaridade e formação do atendente de enfermagem. No Conselho Federal de Enfermagem (Registr… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
0
0
0
0
0
0
0
0
1

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals