2021
DOI: 10.1590/1806-9584-2021v29n279331
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Expressões e corporalidades de mulheres cis e homens trans no ambiente futebolístico

Abstract: Resumo: Neste artigo trazemos as reflexões etnográficas de dois campos de pesquisa distintos. O objetivo é evidenciar como as estruturas machistas e LGBTfóbicas são vivenciadas por mulheres e também por homens trans durante a prática esportiva futebolística. Sabe-se que os esportes, sobretudo o futebol, são considerados campos privilegiados na produção e reiteração de expressões normativas de masculinidade, visto que tomam o homem cisgênero e heterossexual como o seu natural praticante e interlocutor. Em razão… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2

Citation Types

0
0
0

Year Published

2022
2022
2023
2023

Publication Types

Select...
2
1

Relationship

0
3

Authors

Journals

citations
Cited by 3 publications
(2 citation statements)
references
References 5 publications
(2 reference statements)
0
0
0
Order By: Relevance
“…Os times LGBT aqui caracterizados podem fazer parte de uma modalidade de práticas que colocam o esporte como Camargo e Altmann (2021, p. 5) caracterizam de "[...] espaço de expressão de novas subjetividades e (re)configurações corporais", bem como um local de busca pelo direito e oportunidade de participação. Isso porque são espaços que ressignificam, por exemplo, o sentido de praticar esporte e pertencer a uma equipe (PISANI; PINTO, 2021a).…”
Section: Introductionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Os times LGBT aqui caracterizados podem fazer parte de uma modalidade de práticas que colocam o esporte como Camargo e Altmann (2021, p. 5) caracterizam de "[...] espaço de expressão de novas subjetividades e (re)configurações corporais", bem como um local de busca pelo direito e oportunidade de participação. Isso porque são espaços que ressignificam, por exemplo, o sentido de praticar esporte e pertencer a uma equipe (PISANI; PINTO, 2021a).…”
Section: Introductionunclassified
“…Segundo Camargo (2021), esses times aparecem como forma de resistência e empoderamento, como consequência de preconceitos e exclusões sofridas nos espaços esportivos convencionais. Isso porque são espaços que ressignificam, por exemplo, o sentido de praticar esporte e pertencer a uma equipe (PISANI; PINTO, 2021a).…”
Section: Introductionunclassified