2020
DOI: 10.5151/eneac2020-54
View full text
|
|
Share

Abstract: A convivência em espaços públicos nas zonas nobres das grandes cidades vem sendo progressivamente abandonada devido a diversos fatores, dentre eles o medo social e a ocupação com uso excessivo de tecnologias portáteis. A relação das crianças com o meio urbano vem enfraquecendo e isso pode vir a se tornar prejudicial tanto para o desenvolvimento neuropsicomotor destas, como para o senso e a forma de apropriação da cidade. A partir desta reflexão, foi identificada na cidade de Fortaleza, a Praça Luiza Távora com…

expand abstract