1993
DOI: 10.1590/s0103-90161993000100007
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: RESUMO:O presente trabalho teve como objetivo, verificar o tempo de armazenamento necessário para que seja atingida a viabilidade máxima e o tempo de embebição máxima de sementes de macadâmia (Macadamia integrifolia . As sementes foram pesadas e colocadas em recipientes com água para que ocorresse o processo da embebição, sendo realizada a pesagem a cada 6 horas. Pode-se concluir que a embebição foi máxima ao redor de 90 horas após o início da embebição. Para a análise da viabilidade das sementes, estas foram … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...

Citation Types

0
0
0
2

Year Published

2006
2006
2010
2010

Publication Types

Select...
4
1

Relationship

0
5

Authors

Journals

citations
Cited by 6 publications
(2 citation statements)
references
References 1 publication
0
0
0
2
Order By: Relevance
“…O tempo da fase I está de acordo com citações de Coll et al (2001) de que a velocidade de absorção e a quantidade de água embebida variam com a natureza e composição do tegumento, fato comprovado também por Ono et al (1993) Ferreira et al (1997) com sementes de fruta-do-conde e atemóia, com tempo de duração da fase I de 90h, 12h, 6h, 5h, respectivamente, exceto as sementes de atemóia que, com 12h, continuavam embebendo.…”
unclassified
“…O tempo da fase I está de acordo com citações de Coll et al (2001) de que a velocidade de absorção e a quantidade de água embebida variam com a natureza e composição do tegumento, fato comprovado também por Ono et al (1993) Ferreira et al (1997) com sementes de fruta-do-conde e atemóia, com tempo de duração da fase I de 90h, 12h, 6h, 5h, respectivamente, exceto as sementes de atemóia que, com 12h, continuavam embebendo.…”
unclassified
“…Posteriormente, foram imersas em um recipiente com capacidade de 15 L e preenchido com água, para que as sementes danificadas (as que boiarem) fossem eliminadas, visando manter a homogeneidade das mesmas. Em seguida as sementes foram embebidas em água destilada por 24 horas seguindo as recomendações descritas porOno et al (1993) e colocadas em bandejas plásticas, entre camadas de areia grossa autoclavada (temperatura de 121ºC por 20 min. ).As bandejas foram preservadas em laboratório com temperaturas controladasde 23, 25, 27, 29 e 31˚C (Figura 3).…”
unclassified