2010
DOI: 10.1590/s1414-32832010005000030 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: IntroduçãoHistoricamente, a assistência psiquiátrica no Brasil se organizou por meio de um modelo de atenção caracterizado por práticas assistenciais que enfatizavam a sintomatologia e se efetivavam por intermédio de longas internações em hospitais psiquiátricos, negligência e maus-tratos. Entretanto, essa realidade vem sendo transformada gradativamente. A mudança iniciou-se com o movimento de reforma psiquiátrica, no final da década de 1970, inspirada nos pressupostos teóricos e práticos do Modelo da Psiquiat… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
4
1
0
8
0
14

Year Published

2014
2014
2018
2018

Publication Types

Select...
4

Relationship

0
4

Authors

Journals

0
8
0
14
Order By: Relevance
“…Nesse sentido, o terapeuta ocupacional deve buscar, por meio de sua especificidade, a ampliação do cuidado e a possibilidade de resgate dos direitos de cidadania dos sujeitos (RIBEIRO; OLIVEIRA, 2005; ALMEIDA; TREVISAN, 2011;MACHADO, 2008).…”
Section: Contribuições Da Terapiaunclassified
“…Assim, o deslocamento do eixo de formação da assistência individual e especializada para abordagens que levam em conta as dimensões sociais, econômicas, históricas, demográficas e culturais da população, bem como a inventividade do trabalho em saúde sob a perspectiva da integralidade, da interdisciplinaridade e da humanização, têm ocorrido em várias áreas profissionais, tais como odontologia, farmácia, fisioterapia e medicina e também na terapia ocupacional (ALMEIDA; TREVISAN, 2011;OLIVER et al, 2012;BARBA;MARTINEZ, 2013;FURLANA et al, 2014;OLIVER, 2016).…”
Section: Introductionunclassified
“…É importante ressaltar que estudos revelam que terapeutas ocupacionais brasileiros vêm adotando os pressupostos da reabilitação psicossocial como principal referencial teórico em suas práticas no cuidado em saúde mental (ALMEIDA; TREVISAN, 2011;WACHHOLZ;MARIOTTI, 2009;RIBEIRO;MACHADO, 2008). Nesse contexto, a complexidade da vida cotidiana da pessoa passa a ser alvo da ação terapêutica, englobando os aspectos práticos, concretos, simbólicos, relacionais e materiais, de forma a produzir movimentos -capazes de oferecer suportes, proteção e resolução de problemas -que contribuam para a superação da situação existencial, ou seja, para o enfrentamento do sofrimento (MÂNGIA, 2002).…”
Section: Introductionunclassified
“…As intervenções implicam, também, construir possibilidades reais de sociabilidade, trabalho, moradia, lazer e educação, visando à reinserção dos sujeitos em seu território existencial; esse objetivo pressupõe uma articulação intersetorial entre as políticas públicas, para garantir uma rede sólida de cuidado (ALMEIDA; TREVISAN, 2010;AMARANTE, 2007;BELINI;HIRDES, 2006;.…”
Section: Introductionunclassified
“…Fazem-se necessários o fortalecimento das redes sociais e a construção e/ou o resgate de redes territoriais, uma vez que é no território que se desenvolvem os mecanismos de solidariedade, rejeição, fraternidade e discriminação no dia a dia de determinada cultura social (ALMEIDA; TREVISAN, 2010;AMARANTE, 2007;MÂNGIA, 2007).…”
Section: Introductionunclassified