2020
DOI: 10.1590/s0103-73312020300119 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Resumo O estudo objetivou analisar como a informação sobre detecção precoce do câncer de mama é apresentada na mídia brasileira durante o Outubro Rosa. Foram analisadas matérias jornalísticas publicadas na internet em outubro de 2017. A busca recuperou 1.011 matérias, que, organizadas e selecionadas, resultaram em 345 elegíveis. Os principais porta-vozes foram os mastologistas (17,1%) e os pacientes (13,0%), e os vínculos institucionais predominantes foram público (36%) e privado (34%). A detecção precoce foi … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
2
1
0
0
0
5

Year Published

2021
2021
2021
2021

Publication Types

Select...
3

Relationship

1
2

Authors

Journals

0
0
0
5
Order By: Relevance
“…A mortalidade de mulheres com diagnóstico de câncer de mama aumentou durante o período do estudo, possivelmente como resultado das campanhas nacionais (outubro Rosa) aliado ao avanço tecnológico para sua investigação, no entanto continua constituindo sério problema de saúde pública. De acordo com Assis et al (7), apesar do progresso no tratamento da doença, o diagnóstico precoce ainda é um desafio para a saúde pública brasileira. Isso corrobora com a manutenção da alta taxa de mortalidade causada nessas mulheres.…”
Section: Discussionunclassified
See 1 more Smart Citation
Create an account to read the remaining citation statements from this report. You will also get access to:
  • Search over 1.2b+ citation statments to see what is being said about any topic in the research literature
  • Advanced Search to find publications that support or contrast your research
  • Citation reports and visualizations to easily see what publications are saying about each other
  • Browser extension to see Smart Citations wherever you read research
  • Dashboards to evaluate and keep track of groups of publications
  • Alerts to stay on top of citations as they happen
  • Automated reference checks to make sure you are citing reliable research in your manuscripts
  • 7 day free preview of our premium features.

Trusted by researchers and organizations around the world

Over 130,000 students researchers, and industry experts at use scite

See what students are saying

rupbmjkragerfmgwileyiopcupepmcmbcthiemesagefrontiersapsiucrarxivemeralduhksmucshluniversity-of-gavle
“…A mortalidade de mulheres com diagnóstico de câncer de mama aumentou durante o período do estudo, possivelmente como resultado das campanhas nacionais (outubro Rosa) aliado ao avanço tecnológico para sua investigação, no entanto continua constituindo sério problema de saúde pública. De acordo com Assis et al (7), apesar do progresso no tratamento da doença, o diagnóstico precoce ainda é um desafio para a saúde pública brasileira. Isso corrobora com a manutenção da alta taxa de mortalidade causada nessas mulheres.…”
Section: Discussionunclassified
“…Destacando-se com a detecção de novos casos e nas taxas de mortalidade, evidenciando a detecção mais efetiva nas regiões Sudeste e Sul do país, consequentemente apresenta um maior número de casos novos diagnosticados. Por outro lado, não concentram a maior taxa de mortalidade, fato que corrobora com a hipótese da melhor assistência à saúde prestada nessas regiões comparadas as demais regiões do Brasil (7)(8) .…”
Section: Discussionunclassified
“…Essa última, em especial, se ancora nas evidências científicas que apontam as estratégias de incentivo aos comportamentos de autocuidado em saúde, especialmente àquelas relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce, como decisivas para um alcance global do controle do câncer de mama (ANASTASI; LUSHER, 2019; ASSIS; SANTOS; MIGOWSKI, 2020;GUTIÉRREZ;ALMEIDA, 2017;O'MAHONY et al, 2017;OMRANI et al, 2020). De fato, as ações de educação em saúde são consideradas como importantes ferramentas a serem articuladas nas estratégias de promoção da saúde da população (KICKBUSCH;NUTBEAM, 2017;TANG;NUTBEAM, 2006;WHITEHEAD;TAKET;SMITH, 2003), especialmente quando conduz os indivíduos e as comunidades a desenvolverem maior controle sobre sua própria saúde, mobilizando recursos pessoais e sociais que extrapolam o setor da saúde (CHIAPPERINO;TENGLAND, 2015;TENGLAND, 2016).…”
Section: Introductionunclassified
“…A característica anual da campanha reforça ainda mais a prática de periodicidades menores do que a recomendada 4 . Em estudo que avaliou o conteúdo de matérias jornalísticas publicadas no Brasil em outubro, o rastreamento mamográfico apareceu em cerca de 80% das matérias, mas predominou a recomendação de iniciá-lo aos 40 anos 10 . Esse estudo mostrou ainda que a recomendação oficial de rastreamento bienal de 50 a 69 anos foi citada em apenas 17,5% das matérias; apenas 3,3% citaram os riscos do rastreamento; 1,5%, a importância da decisão compartilhada e apenas 11,8% listaram todas os principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama 10 .…”
unclassified
“…Em estudo que avaliou o conteúdo de matérias jornalísticas publicadas no Brasil em outubro, o rastreamento mamográfico apareceu em cerca de 80% das matérias, mas predominou a recomendação de iniciá-lo aos 40 anos 10 . Esse estudo mostrou ainda que a recomendação oficial de rastreamento bienal de 50 a 69 anos foi citada em apenas 17,5% das matérias; apenas 3,3% citaram os riscos do rastreamento; 1,5%, a importância da decisão compartilhada e apenas 11,8% listaram todas os principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama 10 . No exterior, há mais de uma década, já há forte movimento para mudança desse tipo de comunicação enviesada, mas no Brasil, ele ainda é incipiente e contra-hegemônico 4,10 .…”
unclassified