volume 11, issue 4, P199-218 2007
DOI: 10.1590/s1415-65552007000400010
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Diversos estudos empíricos, motivados sobretudo pela suposta ineficiência que se atribui às entidades estatais, foram realizados com o objetivo de investigar o efeito da natureza do controle acionário - estatal e privado - sobre o desempenho das firmas. Mas poucos abordaram o efeito desta variável na contribuição da empresa à sociedade em termos de distribuição de riqueza, objeto do presente artigo. Partindo da premissa de que empresas que compõem um mesmo setor oferecem produtos afins e estão expostas a influ…

Expand abstract

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
0
0
10

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals