2004
DOI: 10.1590/s0103-84782004000600039
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: O experimento foi desenvolvido em Bagé-RS, visando avaliar a produção de matéria seca (MS), taxa de lotação (kg de PV ha-1), ganho de peso vivo por animal (GMD, kg an-1 dia-1) e ganho por hectare (GPV ha-1) em: T1-pastagem nativa (testemunha); T2-pastagem nativa sobre-semeada com azevém (Lolium multiflorum), trevo branco (Trifolium repens) e cornichão (Lotus corniculatus); T3- semelhante ao anterior, mais aplicação de glifosato; T4- semelhante ao anterior, porém com adubação dobrada. Foram utilizados novilhos … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
2

Citation Types

3
4
0
8

Year Published

2008
2008
2012
2012

Publication Types

Select...
3

Relationship

1
2

Authors

Journals

citations
Cited by 14 publications
(15 citation statements)
references
References 2 publications
(15 reference statements)
3
4
0
8
Order By: Relevance
“…In this research, it was possible to use larger stocking rates than those referred by the authors mentioned above, probably because of the use of higher nitrogen levels. Rizo et al (2004) obtained stocking rate similar to this study, 1,003 and 1,221 kg LW/ha, on native pasture overseed with ryegrass, white clover and Lotus corniculatus and fertilization, with or without glyphosate application, respectively.…”
Section: Resultssupporting
confidence: 84%
See 1 more Smart Citation
“…In this research, it was possible to use larger stocking rates than those referred by the authors mentioned above, probably because of the use of higher nitrogen levels. Rizo et al (2004) obtained stocking rate similar to this study, 1,003 and 1,221 kg LW/ha, on native pasture overseed with ryegrass, white clover and Lotus corniculatus and fertilization, with or without glyphosate application, respectively.…”
Section: Resultssupporting
confidence: 84%
“…The total DM production ( Figure 4) ranged from 2,021 to 3,950 kg of DM/ha and 2,775 to 4,266 kg DM/ha for 2007 and 2008, respectively; these values are lower than those found by Rizo et al (2004) and Ferreira et al (2011). Nevertheless, the values reported by these authors, which reached productions of 5016 and 5943 kg/ha of DM, refer to a period substantially longer than 300 days, both in native pasture fertilized and overseeded with winter species, while in this study accumulated DM production was calculated over 93 and 95 days of grazing in 2007 and 2008.…”
Section: Resultsmentioning
confidence: 63%
“…Já no segundo período, houve redução da CA em todos os tratamentos em função do agravamento da estiagem nesse período. A CA média de 914kg de PV ha -1 foi semelhante às cargas utilizadas por CASTRO (2002) em pastagem de milheto manejada com 10cm de altura, num período semelhante ao deste experimento, e a CA média de 261kg de PV ha -1 utilizada na PN foi semelhante à carga de 237kg de PV ha -1 verificada em pastagem natural por RIZO et al (2004). SOARES et al (2006), trabalhando com novilhas de sobreano em pastagem natural melhorada com introdução de trevo branco, trevo vermelho e cornichão, utilizou carga média de 437kg de PV ha -1 para uma massa de forragem de 1752kg de MS ha -1 , valor de carga animal próximo dos 467kg de PV ha -1 utilizado no tratamento PNM para uma massa de forragem média de 2.592kg de MS ha -1 .…”
Section: Resultsunclassified
“…Com o uso da adubação e a introdução de espécies hibernais por sobre-semeadura em pastagem natural, podem ser obtidos acréscimos significativos na produção de forragem, permitindo maior carga animal, ganho por animal e por área, se comparados com os da pastagem nativa, principalmente no período de inverno, época de maior escassez de forragem (RIZO et al, 2004). Durante o verão, CARÁMBULA (1997) salienta que o pastejo em pastagens melhoradas com introdução de espécies deve ser leve, de tal maneira que permita a sobrevivência das espécies introduzidas.…”
Section: Introductionunclassified
“…A pastagem de milheto, no verão, é uma alternativa ao uso da pastagem nativa, pois produz até cinco vezes mais forragem que o campo nativo do Rio Grande do Sul (RIZO et al, 2004) e permite incrementar o ganho de peso vivo por área e a taxa de lotação. Em pastejo, a composição bromatológica do milheto varia no decorrer do seu ciclo e o ganho de peso animal não se mantém constante (SANTOS et al, 2005).…”
Section: Introductionunclassified