2009
DOI: 10.1590/s0103-73312009000300007
View full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Resumo: O Programa Saúde da Família (PSF) é visto como uma das principais estratégias de reorganização do SUS, redirecionando o modelo de atenção à saúde no Brasil, atuando com um novo padrão que valoriza as ações de promoção da saúde, prevenção das doenças e atenção curativa. No contexto da democracia em saúde, destaca-se a promoção da saúde como o processo no qual os indivíduos são capacitados para ter maior controle sobre a própria saúde, reconhecendo a importância do poder e do controle sobre os determinan… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
4
0
15

Year Published

2011
2011
2017
2017

Publication Types

Select...
5

Relationship

2
3

Authors

Journals

citations
Cited by 22 publications
(19 citation statements)
references
References 16 publications
(21 reference statements)
0
4
0
15
Order By: Relevance
“…Segundo Martins et al (18), o compromisso da promoção da saúde com a produção de sujeitos reflexivos autônomos e socialmente solidários só é eficaz através do empoderamento, que consiste na ampliação das possibilidades de controle, por um sujeito ou uma população, dos aspectos significativos relacionados à sua própria existência (19,20), sendo necessária também a viabilização desse compromisso por meio da criação de espaços e práticas democráticas no campo da saúde (18). Contudo, a promoção da saúde, nessa perspectiva, não gera efeitos imediatos.…”
Section: Discussionunclassified
“…Além disso, estratégias de socialização de informações, educação para a cidadania, experiência em processos participativos de tomada de decisão e projetos sociais também podem fomentar o empoderamento (MARTINS et al, 2009). …”
Section: Empoderamentounclassified
“…Cunhada por Martins et al 33 e inspirada nos trabalhos de Freire 34 e Sen 35 , a expressão empoderamento/libertação refere-se ao processo através do qual as pessoas ou comunidades adquirem maior controle sobre decisões e ações que afetem sua saúde, ampliando as possibilidades de controle dos aspectos significativos relacionados à sua própria existência. Dentro dessa concepção, considerar todas as dimensões de saúde relevantes para o indivíduo, sejam elas subjetivas ou objetivas, pode resultar em processos ativos de interpretação, auxiliando na superação da dificuldade de adesão vivenciada pelos portadores de HAS.…”
Section: I S C U S S ã Ounclassified
“…Estudiosos referem que a relação entre empoderamento e educação para a saúde delineia um modelo de empoderamento como forma alternativa para os modelos mais tradicionais 19 . Ressaltam-se as três abordagens básicas empregadas para desenvolver as intervenções em educação em saúde: Modelo Preventivo, que focaliza o processo de decisão individual em adotar um comportamento saudável, para a prevenção de doenças; Modelo Político radical, onde o foco é a mudança social, ambiental e de estruturas políticas, para atacar a raiz dos problemas de saúde e doença; e finalmente, o Modelo de Empoderamento, cujo escopo é facilitar as escolhas individuais e comunitárias, para a aquisição de conhecimento com clarificação de valores e decisão, tornando prática as habilidades de organização comunitária, através de métodos de ensino não tradicional 20 .…”
Section: O Meu Dia a Dia Não Tem Sido Bom Depois Que Descobri A Fribrunclassified
“…Assim, a promoção da saúde não é responsabilidade exclusiva do setor saúde e vai para além de um estilo de vida saudável, na direção de um bem-estar global. Daí a importância na ênfase do sujeito coletivo (comunidade) e a criação (implícita) no conceito de empoderamento (empowerment) como requisito de sua atuação para melhoria de sua qualidade de vida e saúde (MARTINS, 2009).…”
Section: Introductionunclassified