2019
DOI: 10.11144/javeriana.cao.32-58.dbto
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Decolonialidade, border thinking e organizações: as contribuições de Guerreiro Ramos e Celso Furtado

Abstract: Este artigo busca contribuir com a opção decolonial para a compreensão da realidade organizacional na América Latina. O projeto Modernidade/Colonialidade/Decolonialidade (MCD) é promovido por autores latino-americanos, predominantemente de língua materna espanhola. Contudo, poucos são os autores do pensamento social brasileiro citados nos trabalhos elaborados a partir desta perspectiva. Diante disso, o objetivo do artigo é trazer a contribuição de dois autores brasileiros, o sociólogo Guerreiro Ramos e o econo… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1

Citation Types

0
0
0
1

Year Published

2021
2021
2021
2021

Publication Types

Select...
1

Relationship

0
1

Authors

Journals

citations
Cited by 1 publication
(1 citation statement)
references
References 26 publications
(35 reference statements)
0
0
0
1
Order By: Relevance
“…Percebe-se que, muito antes do surgimento das perspectivas pós e decoloniais, Guerreiro Ramos já revelava sua inquietação com o quadro de colonização e subalternização das ciências sociais em geral e da administração pública em particular. Conjectura-se que, se não houvesse o Golpe Civil Militar em 1964, Guerreiro Ramos poderia ter inaugurado esta perspectiva no Brasil (Bauer et al, 2019).…”
Section: Considerações Finaisunclassified
“…Percebe-se que, muito antes do surgimento das perspectivas pós e decoloniais, Guerreiro Ramos já revelava sua inquietação com o quadro de colonização e subalternização das ciências sociais em geral e da administração pública em particular. Conjectura-se que, se não houvesse o Golpe Civil Militar em 1964, Guerreiro Ramos poderia ter inaugurado esta perspectiva no Brasil (Bauer et al, 2019).…”
Section: Considerações Finaisunclassified