2018
DOI: 10.1590/1678-4162-9377
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Corpectomia lateral parcial para o tratamento de compressão ventral extradural crônica entre T9-T10 em um cão

Abstract: RESUMOObjetivou-se relatar um caso de protrusão do disco intervertebral com localização atípica e descrever a técnica cirúrgica de corpectomia lateral parcial no tratamento da afecção em um cão. Um cão de sete anos de idade, macho, raça Pug, foi atendido com ataxia proprioceptiva dos membros pélvicos havia três meses, associada à doença do disco intervertebral entre a nona e 10ª vértebras torácicas. Após um mês de tratamento conservativo sem melhora, o paciente foi encaminhado para o tratamento cirúrgico, quan… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1

Citation Types

0
0
0
2

Year Published

2020
2020
2021
2021

Publication Types

Select...
2

Relationship

0
2

Authors

Journals

citations
Cited by 2 publications
(2 citation statements)
references
References 11 publications
0
0
0
2
Order By: Relevance
“…É importante atentar-se que, para casos de compressão medular torácica, as neoplasias são importantes diagnósticos diferenciais, visto que a alta resistência exercida pelos ligamentos intercapitais, que unem as vértebras às cabeças das costelas, torna pouco provável que doenças discais ocorram nesta região, ademais traumas e enfermidades infecciosas possuem normalmente um histórico prévio ou alterações concomitantes que facilitam o diagnóstico [9].…”
Section: Discussionunclassified
“…É importante atentar-se que, para casos de compressão medular torácica, as neoplasias são importantes diagnósticos diferenciais, visto que a alta resistência exercida pelos ligamentos intercapitais, que unem as vértebras às cabeças das costelas, torna pouco provável que doenças discais ocorram nesta região, ademais traumas e enfermidades infecciosas possuem normalmente um histórico prévio ou alterações concomitantes que facilitam o diagnóstico [9].…”
Section: Discussionunclassified
“…Essa técnica envolve a remoção parcial dos corpos vertebrais que suportam a zona herniada, evitando, assim, a manipulação da medula espinhal (Gusmão, 2021); por meio de um "slot" perfurado no corpo da vértebra com base na extensão da compressão provocada. As principal vantagem dessa cirurgia é a baixa reincidência de hérnias no local operado, uma vez que, quando feita de forma mecânica, a fenestração permite remoção mais completa do núcleo (Marinho et al, 2018).…”
Section: Tratamento Cirúrgicounclassified