2017
DOI: 10.1590/0047-2085000000169
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: RESUMO Objetivo Analisar o comportamento sedentário (CS) como discriminador dos Transtornos Mentais Comuns (TMC) entre idosos. Métodos Estudo transversal com amostra composta por 310 indivíduos idosos, residentes no município de Ibicuí-BA. Foi utilizado um questionário contendo informações sobre características sociodemográficas, inatividade física no tempo livre e questões autorreferidas do tempo gasto sentado em um dia habitual da semana e de um dia do final de semana. Para estimar o ponto de corte do Co… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1
1

Citation Types

0
4
0
5

Year Published

2020
2020
2021
2021

Publication Types

Select...
3

Relationship

0
3

Authors

Journals

citations
Cited by 8 publications
(9 citation statements)
references
References 23 publications
(28 reference statements)
0
4
0
5
Order By: Relevance
“…Realizing the high prevalence of PTSD in war veterans [10,11], recent studies have pointed out retirement, sedentary lifestyle, social environment, and health conditions as factors that influence the development of stress-related diseases [3,[21][22][23]. Regardless of the approach, the studies on psychological trauma indicate that its establishment is dependent on a set of factors, such as stress perception, social support, and coping strategies [12,16].…”
Section: Resultsmentioning
confidence: 99%
“…Realizing the high prevalence of PTSD in war veterans [10,11], recent studies have pointed out retirement, sedentary lifestyle, social environment, and health conditions as factors that influence the development of stress-related diseases [3,[21][22][23]. Regardless of the approach, the studies on psychological trauma indicate that its establishment is dependent on a set of factors, such as stress perception, social support, and coping strategies [12,16].…”
Section: Resultsmentioning
confidence: 99%
“…Em estudo transversal composto por 310 idosos residentes no município de Ibicuí-Bahia, constatou-se que o excesso de tempo em comportamento sedentário foi um indicador válido para identificar transtornos mentais comuns, incluindo o declínio cognitivo. Os autores reforçam que esse comportamento deve ser observado como um fator de risco importante para a perda cognitiva pelos profissionais de saúde que atuam com os idosos 25 .Ainda, no estudo realizado com idosos de Viçosa-Minas Gerais 26 , embora os resultados não tenham sido significativos, os autores observaram que aqueles que praticavam menos atividades físicas tiveram maiores valores nas razões de chances brutas e ajustadas para a presença de declínio cognitivo.…”
Section: Discussionunclassified
“…Os transtornos mentais mais comuns são a depressão e a ansiedade, no qual percebe-se uma condição de inquietação emocional que envolve respostas cognitivas e fisiológicas (FALCONE et al, 2016;DA SILVA et al, 2017), com alta prevalência e sendo considerado um grande problema de saúde (CHISHOLM et al, 2016;KARANIKOLA et al, 2016). As estimativas atuais são de que 700 milhões de pessoas são acometidas por desordens mentais, isto é, 13% da população mundial (PRADO et al, 2017).…”
Section: Introductionunclassified
“…Muitas dessas doenças começam aparecer na fase adulta caracterizada como um período de transformações no qual a pessoa começa a se responsabilizar por parte ou inteiramente de seus atos e vida que podem causar, primariamente, desconfortos mentais e físicos como os transtornos de ansiedade e também depressão, bem como aumento do sedentarismo e má alimentação, repercutindo no índice de massa corporal (ALVES et al, 2017;SOUZA et al, 2017).…”
Section: Introductionunclassified
See 1 more Smart Citation