2006
DOI: 10.1590/s1413-99362006000100002
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Ciência da informação: temática, histórias e fundamentos

Abstract: Trata dos fundamentos históricos e teóricos do campo científico da informação. Parte da hipótese de que as bases da ciência da informação surgem a partir da emergência do paradigma do conhecimento científico apoiado na invenção da imprensa que se institucionaliza com a criação das primeiras associações científicas, e sua expansão está ligada ao desenvolvimento da ciência em todos os segmentos da sociedade contemporânea. Discorre sobre as raízes históricas deste campo científico desde a utopia planetária de Otl… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
4
1

Citation Types

0
0
0
33

Year Published

2009
2009
2020
2020

Publication Types

Select...
3
2
2

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 43 publications
(35 citation statements)
references
References 8 publications
0
0
0
33
Order By: Relevance
“…O objeto de estudo dessa ciência -a informação -acaba constituindo-se como um fenômeno que está relacionado a todos os campos do conhecimento científico. Faz-se necessário enfocar possíveis inter-relações e possibilidades de intervenção, não apenas com os campos de pesquisa, mas também com a sociedade acadêmica científica e sociedade externa a esse processo (FREIRE, 2006). Para superar dificuldades conceituais advindas das múltiplas facetas próprias ao seu objeto de estudo, esse campo de atuação deve buscar a construção de uma rede conceitual, tecida a partir do olhar das várias disciplinas Interessa, então, saber se essa discussão indica caminhos de relevância social pela via das transgressões disciplinares no campo da CI, ao envolver no diálogo disciplinas como Biblioteconomia, Arquivologia, Documentação e outras áreas do saber.…”
Section: Transgressões No Campo Da Ciência Da Informação: Abordagens unclassified
“…O objeto de estudo dessa ciência -a informação -acaba constituindo-se como um fenômeno que está relacionado a todos os campos do conhecimento científico. Faz-se necessário enfocar possíveis inter-relações e possibilidades de intervenção, não apenas com os campos de pesquisa, mas também com a sociedade acadêmica científica e sociedade externa a esse processo (FREIRE, 2006). Para superar dificuldades conceituais advindas das múltiplas facetas próprias ao seu objeto de estudo, esse campo de atuação deve buscar a construção de uma rede conceitual, tecida a partir do olhar das várias disciplinas Interessa, então, saber se essa discussão indica caminhos de relevância social pela via das transgressões disciplinares no campo da CI, ao envolver no diálogo disciplinas como Biblioteconomia, Arquivologia, Documentação e outras áreas do saber.…”
Section: Transgressões No Campo Da Ciência Da Informação: Abordagens unclassified
“…A Ciência da Informação é um campo que se conecta historicamente com diversos eventos. Ao investigar marcações históricas para a CI, Freire (2006) aponta a contribuição da utopia planetária de Otlet e La Fountaine como vestígios originários da Ciência da Informação, principalmente pela contribuição de Otlet que expande o conceito de documento para uma gama de produtos informacionais que surgem com a revolução industrial (Oliveira, 2014).…”
Section: Ciência Da Informaçãounclassified
“…Sobre o marco oficial da denominação Ciência da Informação, Freire (2006) argumenta que data do início da década de 1960, a partir de eventos promovidos pelo Georgia Institute of Technology, nos Estados Unidos, do qual também participaram cientistas, escritores e filósofos estrangeiros. Como consequência natural do crescimento da produção científica e que redundara na multiplicação dos periódicos científicos, os eventos discutiram a criação de tecnologias informacionais.…”
Section: Ciência Da Informaçãounclassified
“…Por sua vez, em artigo sobre a temática, histórias e fundamentos da Ciência da Informação, Freire (2006) apresenta um quadro que resume sua visão sobre a questão dos paradigmas, através de quatro categorias que agregam áreas de estudos neste campo científico. O autor destaca que sua proposição não se pretende definitiva, sendo apenas uma das maneiras possíveis de abordar as áreas de estudo e aplicação na Ciência da Informação.…”
Section: Diferentes Paradigmas Na Ciência Da Informaçãounclassified
“…As categorias, nas quais Freire (2006) reúne os vários olhares da ciência da informação sobre seu objeto de estudo, são: recuperação da informação, abrangendo a representação da informação (linguagens documentárias e linguagem natural), tecnologias de processamento de informação, serviços de informação (bibliotecas, centros de informação); comunicação da informação, abrangendo as tecnologias de informação e comunicação (especialmente as digitais), produção e recepção da informação, canais de comunicação (formais e informais), uso da informação; e estudos da cognição, abrangendo estudos de usuários, aplicações de inteligência artificial, estudos ligados à aprendizagem em meio virtual (treinamento, capacitação). O autor esclarece, ainda, que [...] é possível observar, em cada área citada acima, um olhar específico sobre a informação, seja para o seu tratamento, para a sua compreensão como processo de comunicação, ou para entender os fatores que levam à sua assimilação e transformação em conhecimento.…”
Section: Diferentes Paradigmas Na Ciência Da Informaçãounclassified