volume 35, issue 128, P717-740 2014
DOI: 10.1590/es0101-73302014128647
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: RESUMO:As crianças, como sujeitos sociais, lidam com o espaço conferindo-lhe significados próprios, a partir de diferentes dimensões de sua identidade, entre elas a geracional. Se os espaços urbanos são via de regra construídos pelos adultos, nos processos de circulação são produzidas formas singulares de relacionar-se com a cidade pelos sujeitos infantis. Neste sentido, busca-se investigar como crianças vizinhas em uma mesma região urbana utilizam os espaços localizados na fronteira entre bairros de classe m…

Expand abstract

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
0
0

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals