2004
DOI: 10.1590/s0100-29452004000100017
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Capacidade de enraizamento de variedades de nespereira submetidas à poda de renovação

Abstract: O presente trabalho avaliou a capacidade de enraizamento de cinco variedades de nespereira (Eriobotrya japonica Lindl.), sendo Champagne, Precoce de Itaquera, Mizuho, Mogui e Tanaka, obtidas pela poda de renovação. Estacas tenras apicais, contendo um par de folhas e cerca de 15 cm, foram tratadas por cinco segundos com ácido indolbutírico (IBA) (0; 1.000; 3.000; 5.000 e 7.000 mg.L-1). O experimento foi conduzido em câmara de nebulização intermitente pertencente à UNESP/FCAV (21º15'22" S e 48º18'58" W). O delin… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1

Citation Types

0
0
0
2

Year Published

2006
2006
2018
2018

Publication Types

Select...
3
1
1

Relationship

0
5

Authors

Journals

citations
Cited by 5 publications
(2 citation statements)
references
References 1 publication
0
0
0
2
Order By: Relevance
“…Os porta-enxertos são produzidos por sementes, pois as nespereiras possuem baixa capacidade de enraizamento de suas estacas e apresentam índice não superior a 15%, com a utilização de estacas herbáceas (Scaloppi Júnior et al, 2004;Silva & Pereira, 2004). O grande entrave para se produzir os porta-enxertos através de sementes está correlacionado à variabilidade genética dos indivíduos e à menor capacidade de adaptação em locais com solo úmido, em razão da intolerância das nespereiras a ambientes com alta umidade do solo (Hartmann et al, 2002;Pio et al, 2007b).…”
Section: Introductionunclassified
“…Os porta-enxertos são produzidos por sementes, pois as nespereiras possuem baixa capacidade de enraizamento de suas estacas e apresentam índice não superior a 15%, com a utilização de estacas herbáceas (Scaloppi Júnior et al, 2004;Silva & Pereira, 2004). O grande entrave para se produzir os porta-enxertos através de sementes está correlacionado à variabilidade genética dos indivíduos e à menor capacidade de adaptação em locais com solo úmido, em razão da intolerância das nespereiras a ambientes com alta umidade do solo (Hartmann et al, 2002;Pio et al, 2007b).…”
Section: Introductionunclassified
“…Dentre os reguladores de crescimento, sabe-se que a auxina é requerida para o processo de iniciação radicular, sendo dependente tanto da aplicação exógena de auxina, como das auxinas endógenas . A aplicação de doses exógenas de auxina pode potencializar a formação de raízes adventícias XAVIER, 2005;, melhorando a porcentagem de enraizamento, a velocidade e a qualidade das raízes RUAUD;PÂQUES, 1995;ALFENAS et al, 2004), enxertia seriada (GREENWOOD, 1987;HUANG et al, 1992;RUAUD;PÂQUES, 1995;, podas drásticas e/ou sucessivas (GREENWOOD, 1987;RUAUD;PÂQUES, 1995;; SCALOPPI JUNIOR; JESUS; MARTINS; e estaquia seriada (ELDRIDGE et al, 1994). Dentre esses métodos, o rejuvenescimento por propagação seriada consiste em propagar, enxertar ou estaquear, sucessivamente, propágulos adultos até que se obtenha seu rejuvenescimento (ELDRIDGE et al, 1994).…”
Section: éPoca De Coletaunclassified