2010
DOI: 10.1590/s0103-166x2010000300008
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: O objetivo deste estudo é verificar se a exposição da criança a atividades lúdicas mediadas por um adulto na creche favorece sua participação em brincadeiras e interações com outras pessoas. Participaram 12 crianças de creche, de ambos os sexos, com idade entre 22 e 26 meses. Foram realizadas 20 sessões coletivas de atividades lúdicas, três vezes por semana. As crianças foram observadas antes e depois da intervenção. Os registros de observação foram analisados quanto à participação em brincadeira e quanto ao c… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
2
1

Citation Types

0
4
0
2

Year Published

2015
2015
2017
2017

Publication Types

Select...
4

Relationship

1
3

Authors

Journals

citations
Cited by 8 publications
(6 citation statements)
references
References 22 publications
(38 reference statements)
0
4
0
2
Order By: Relevance
“…Algumas mudanças observadas na participação em brincadeiras correspondem, em linhas gerais, ao padrão previamente observado em crianças de 2 a 4 anos em contexto de creche: no curto período de dois meses a partir do início das atividades da turma, aumentou o tempo que as crianças ocupavam em brincadeira conjunta, envolvendo as modalidades associativa e cooperativa, sugerindo aumento na participação social (Lordelo & Carvalho, 2006;Parten, 1932;Pontoglio & Marturano, 2010). Em contrapartida, também aumentou o tempo em brincadeira solitária, um resultado que à primeira vista contradiz os achados empíricos de Parten (1932) e Lordelo & Carvalho (2006).…”
Section: Discussionunclassified
“…29 While acknowledging that early interventions in the public health and education system may be more difficult to implement, there are numerous alternatives to promote low-cost programs. 30 Simple measures such as the stimulation of adult-guided play 31 or activity-focused interventions and guidance through recreational activities can have positive effects on children's development and behavior. The same occurs regarding this Stimulation Guide, which shows its potential, as per the evaluators' opinion, in assisting both in the identification of children's developmental delays and in providing guidelines for care givers so that they can perform neuropsychomotor stimulation.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…Ao longo do desenvolvimento, por volta do segundo ano de vida, a criança passa a brincar de forma exploratória, funcional e concreta, manifestando um brincar simbólico que é também expressão de sua incorporação e apropriação da cultura. Já as crianças mais velhas demonstram maior complexidade e duração nas interações estabelecidas, compartilhamento de brinquedos, além de realizarem com maior frequência a brincadeira em grupo (Bonome-Pontoglio & Marturano, 2010). Piaget e Inhelder (2003) defenderam que a criança no período entre 1 ano e meio e 2 anos adquire, por sucessivas construções, a função semiótica a qual corresponde a habilidade da criança para evocar algo por meio de um representante diferenciado, como a linguagem, uma imagem mental, o gesto simbólico e o jogo simbólico.…”
Section: Palavras-chaveunclassified
“…Because socio-cultural changes that, in Brazil, led families to reorganize and women to take more and more activities outside home, children in early years attended education institutions. Macarini, Martins and Vieira (2009) emphasize the important relationship between family and school in this age group, because the baby is directly influenced by the relationships established between their biological condition and the environment, and the quality of the activities in which engages fundamental to its development (Vitta, 2004;Almeida & Valentini, 2010;Bonome-Pontoglio & Marturano, 2010).…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…Meneghini and Carvalho (2003) emphasize that it is important that the teacher's training had opportunity to connect with the various possibilities of space organization and its influence on the child's activity, since it has autonomy for exploration. A study by Bonome-Pontoglio and Marturano (2010) found that thirty minutes a day of playful educational activities with adult mediation may be sufficient to promote the development of children skills in two years.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%