2008
DOI: 10.1590/s1413-81232008000500027
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Avaliação dos serviços hospitalares de emergência do estado do Rio de JaneiroEvaluation of emergency hospital services in the state of Rio de Janeiro

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
9
0
30

Year Published

2010
2010
2013
2013

Publication Types

Select...
4

Relationship

0
4

Authors

Journals

citations
Cited by 32 publications
(39 citation statements)
references
References 16 publications
(39 reference statements)
0
9
0
30
Order By: Relevance
“…Na maioria das realidades dos serviços de emergência, o quantitativo de recursos humanos é menor que o de recursos tecnológicos, e o quantitativo de pessoal da equipe de enfermagem para atender a demanda da população é menor que o de médicos em geral, seguido pela oferta de especialistas, cuja qualidade do cuidado decai proporcionalmente ao número da taxa de ocupação, sendo de até 300% em alguns serviços, onde muitos pacientes aguardam mais de 72 horas por um leito. 16 Tais critérios não foram objetos deste estudo, entretanto a realidade do serviço estudado, pela observação das pesquisadoras, parece não diferir muito do exposto, o que poderia justificar, em par te, as insatisfações relatadas pelos participantes.…”
Section: Análise E Discussão Dos Resultadosunclassified
“…O posicionamento foi voluntário para evidenciar o desenvolvimento do processo de trabalho e em decorrência o redirecionamento das ações prioritárias para aumentar o grau de implantação da Rede Estadual de Urgência/Emergência Hospitalar. Com esta abordagem, os resultados observados corroboraram outros estudos que abordaram o tema em questão 14,15,16,17 . Demonstraram-se fortes limitações relativas aos cuidados às urgências/emergências; sobretudo nos hospitais classificados como deficiente, representados por unidades microrregionais e por um serviço de urgência/emergência, referência macrorregional e unidade de ensino.…”
Section: Discussionunclassified
“…As questões que circundam a relação entre os recursos humanos e a qualidade dos serviços de saúde e, sobretudo os de assistência às urgências/emergências, são complexas e eventualmente complementares. Ainda são uma constante os ambientes hospitalares com o desafio de ultrapassar os limites da conformação da equipe multiprofissional em busca da efetiva prática interdisciplinar 18 , sendo persistente a defasagem salarial, com fragilidade do vínculo profissional com a instituição pública e com a função que exerce, frente à superlotação das unidades 17 . Em decorrência há insatisfação profissional gerada pelo arranjo de questões que envolvem a sua atuação e o excesso de trabalho, resultando em desgaste físico-emocional dos profissionais de saúde 19 .…”
Section: Discussionunclassified
“…Reasons for that are complex and have been discussed (Mattos, 2009). Among them, we highlight the precariousness of work management that emergency workers have to face, recently indicated by O'Dwyer (2008O'Dwyer ( , 2009). …”
Section: Samu and Its Function As A Network Observatorymentioning
confidence: 94%
“…No Brasil, o cenário das unidades de urgência apresenta similaridades com a conjuntura mundial, visto que é caracterizado por longas filas de espera para atendimento, demanda excessiva de usuários, recursos físicos e humanos deficientes (2) . Frente a essa realidade, a baixa qualidade no atendimento de urgência tem sido foco de discussões na sociedade brasileira, pois a percepção que se tem é de que esses locais tornaram-se depósitos de pessoas com problemas de saúde, muitos dos quais poderiam ser resolvidos na Rede Básica (2) .…”
Section: Introductionunclassified