2016
DOI: 10.18067/jbfs.v3i2.52
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Avaliação De Geleia De Tamarindo Sem Pectina E Com Pectina Proveniente Do Albedo Do Maracujá Amarelo

Abstract: O tamarindo é uma matéria-prima valorizada no mundo por causa de componentes nutricionais que contribuem para a saúde humana. O propósito deste trabalho foi elaborar duas formulações de geleia de tamarindo, uma sem pectina e outra com pectina extraída do albedo do maracujá amarelo (Passiflora edulis), e após o período de 15 dias, avaliar a qualidade físico-química, microbiológica e sensorial. As características físico-químicas avaliadas foram pH, acidez total titulável (ATT), sólidos solúveis totais (SST), SST… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
2
1

Citation Types

1
1
0
6

Year Published

2018
2018
2023
2023

Publication Types

Select...
6
1

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 10 publications
(8 citation statements)
references
References 3 publications
(4 reference statements)
1
1
0
6
Order By: Relevance
“…Os IA variaram entre 76,79 e 88,10% nas geleias de rapadura e melado. Souza et al (2016) produziram geleias de tamarindo com pectina e obtiveram notas médias entre 8,00 e 8,28 para a consistência. As geleias da presente pesquisa foram elaboradas a partir de derivados do caldo de cana-de-açúcar, que conservam todos os nutrientes presentes nessa matéria-prima (SOARES, 2017), mas que não contém quantidade substancial de pectina.…”
Section: Resultsunclassified
“…Os IA variaram entre 76,79 e 88,10% nas geleias de rapadura e melado. Souza et al (2016) produziram geleias de tamarindo com pectina e obtiveram notas médias entre 8,00 e 8,28 para a consistência. As geleias da presente pesquisa foram elaboradas a partir de derivados do caldo de cana-de-açúcar, que conservam todos os nutrientes presentes nessa matéria-prima (SOARES, 2017), mas que não contém quantidade substancial de pectina.…”
Section: Resultsunclassified
“…As geleias convencionais apresentaram teor de umidade intermediário, inferior a 45%, diferindo estatisticamente (p<0,05) das geleias dietéticas, que revelaram mais de 85% de umidade em sua composição, o que está relacionado à maior concentração (°Brix) final das geleias convencionais. Esses resultados são aproximados aos publicados por Souza et al (2016), ao estudarem geleias convencionais de tamarindo, e Teles et al 2017, que analisaram geleias de graviola, cujo teor de umidade foi de quase 40%. Oliveira et al (2015) também encontraram elevadas porcentagens de umidade ao estudarem geleias dietéticas de umbu-cajá, as quais apresentaram valores variando entre 87,72% e 89,54%, durante seu armazenamento.…”
Section: Resultsunclassified
“…Com o biribiri devidamente higienizado foram elaboradas três formulações de geleia do tipo extra (Brasil, 1978) como colocado na Tabela 1. A tecnologia de produção das geleias foi realizada segundo (Souza et al, 2016). Tabela 1.…”
Section: Processamento Das Geleias De Biribiriunclassified
“…Entretanto, são espécies que apresentam importância econômica, por serem bem adaptados às condições ambientais brasileiras e comumente cultivados pela agricultura familiar, além de Development, v. 9, n. 10, e2619108404, 2020 (CC BY 4.0) | ISSN 2525-3409 | DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8404 fornecer boas propriedades nutricionais da mesma forma que os convencionais (Souza et al, 2016).…”
Section: Introductionunclassified