2009
DOI: 10.1590/s0101-33002009000100009
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

As raízes do Brasil no espelho de próspero

Abstract: O espelho de Próspero é um passo a mais na paixão latino-americanista que une autores tão diversos como Darío, Martí, Rodó, Mariátegui, Manoel Bonfim, Sérgio Buarque de Holanda ou Gilberto Freyre - toda uma linhagem, enfim, a conceber o espaço fantástico de uma "outra" América, pensada ou sentida no contraste com o grande irmão do Norte. O espelho norte-americano refunda, desde o século XIX, a geografia shakespeariana que impressionou Sérgio Buarque e que porventura o assombraria enquanto concebia, na aventura… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1

Citation Types

0
1
0
5

Year Published

2011
2011
2024
2024

Publication Types

Select...
7

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 9 publications
(6 citation statements)
references
References 1 publication
0
1
0
5
Order By: Relevance
“…No nosso caso, o objeto em questão pode ser tanto o sujeito ("o" latino-americano) quanto um constructo teórico como a "América Latina", sendo que ambos, como se verá, são constantamente invadidos pelo estranho. 2 É curioso que o jogo com as palavras seja impossível com a língua inglesa, e que a versão norte-americana deste subtítulo tenha se desdobrado em "leave it there, or never mind" (Monteiro, 2008a). acarreta deixar um ambiente acadêmico como o brasileiro para instalar-se numa universidade nos Estados Unidos?…”
Section: Deslocamento: De Onde (E Sobre O Que) Se Fala?unclassified
See 2 more Smart Citations
“…No nosso caso, o objeto em questão pode ser tanto o sujeito ("o" latino-americano) quanto um constructo teórico como a "América Latina", sendo que ambos, como se verá, são constantamente invadidos pelo estranho. 2 É curioso que o jogo com as palavras seja impossível com a língua inglesa, e que a versão norte-americana deste subtítulo tenha se desdobrado em "leave it there, or never mind" (Monteiro, 2008a). acarreta deixar um ambiente acadêmico como o brasileiro para instalar-se numa universidade nos Estados Unidos?…”
Section: Deslocamento: De Onde (E Sobre O Que) Se Fala?unclassified
“…Há um tom autobiográfico mais ou menos inescapável nesta reflexão, que, no entanto, não pretende expor um caso "exemplar". A menos que, por "exemplar", se compreenda aquilo que pode servir como abertura de uma perspectiva de investigação sobre um problema amplo, que em si ultrapassa em muito a experiência individual (Monteiro, 2008a).Entretanto, no balanço entre o anedotário pessoal que todos carregamos e o sentido de uma experiência coletiva, deve-se assinalar que nos últimos anos parece haver um reaquecimento da reflexão sobre o Brasil nos Estados Unidos, especialmente no âmbito dos estudos literários -do qual não se exclui, é claro, o que aqui se nomeia "pensamento social".Constrói-se o pensamento sobre o Brasil a partir de uma produção longeva, muitas vezes insuspeitadamente rica para aqueles que estão no país. Mas, sobretudo, constrói-se o pensamento a partir de um diálogo continuado com os centros produtores de reflexão acadêmica no Brasil.…”
unclassified
See 1 more Smart Citation
“…When Brand posed this question to the anthropologist Gregory Bateson (at a moment when they were "lost in contemplation of the function-if any-of consciousness, of selfconsciousness"), the latter proposed that the lizard would settle at a kind of middle color, while Brand imagined that the creature, "trying to disappear in a universe of itself," would "endlessly cycle through a number of its disguises" (1974,453).25 As with the chameleon's capacity to change its timbre, music making in the setting described here is a profoundly selfconscious and mutable endeavor that is continually adapting to social/environmental signals. The mirror trope, key to psychoanalytic theories of subject formation (e.g., Jacques Lacan's "mirror stage"), has also been used to refer to the way many Latin American intellectuals have felt compelled to compare local cultural manifestations, institutions, and identities with those of Europe or North America, particularly in relation to discourses of modernism, modernity, and processes of modernization (e.g., Morse 1988; see also Monteiro 2009). This mode of thinking has been prevalent in Brazilian music too, but the chameleon image also places emphasis on the becoming subject, at once attributing voluntarism to it, and-when coupled with the mirror-signaling the contingency of that voluntarism.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…(Martí , 2007, p.55) Cabe destacar que Martí na o rejeitava os Estados Unidos como um bloco homoge neo. Da mesma forma que muito intelectuais latino-americanos debatiam-se entre a rejeiça o e a admiraça o ao irma o do Norte (Monteiro, 2009), o cubano trazia consigo a dualidade do repu dio a "metalizaça o" das relaço es sociais ao passo que valorizava o que a sociedade estadunidense produzia de bom e que poderia ser utilizado em benefí cio das demais naço es. Ale m disso, depreendia a ambiça o expansionista embutida nos discursos que versavam sobre os irmãos americanos (a Doutrina Monroe como grande expoente) e temia pelo futuro de nuestra América.…”
unclassified