volume 7, issue 1, P69-98 1997
DOI: 10.1590/s0103-73311997000100004
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Este estudo discute as novas tecnologias reprodutivas, também conhecidas como reprodução assistida. Elas são enfocadas como o cume do processo de medicalização da sexualidade e da reprodução, que historicamente forjou noções sobre o corpo, a sexualidade, o homem, a mulher, a gravidez, o parto, o aleitamento, a infância, assumindo um papel exemplar de normalização social. Mostra, particularmente, como os paradoxos da reprodução assistida são ofuscados pelo investimento feito pela mídia nesses novos fenômenos do…

Expand abstract