2006
DOI: 10.1590/s0101-31222006000300015
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Aplicação do teste de tetrazólio em sementes de Gleditschia amorphoides Taub. Caesalpinaceae

Abstract: RESUMO -Este trabalho teve como objetivos padronizar a metodologia do teste de tetrazólio e avaliar a aplicabilidade deste para estimar a viabilidade de sementes de Gleditschia amorphoides. Inicialmente, foram avaliados os seguintes tratamentos de pré-condicionamento: semente intacta, escarificação mecânica, escarificação seguida de 24 ou 48 horas de embebição em água, com e sem posterior retirada do tegumento. Em seguida, as sementes foram submetidas a 1, 3 ou 6 horas de coloração em solução de 2, 3, 5 trifen… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

1
3
0
17

Year Published

2010
2010
2020
2020

Publication Types

Select...
7
1

Relationship

1
7

Authors

Journals

citations
Cited by 26 publications
(24 citation statements)
references
References 3 publications
1
3
0
17
Order By: Relevance
“…Hil. (MENDONÇA;COELHO;LUCHESE, 2006), Xylosma ciliatifolia (Clos) Eichler (FOGAÇA et al, 2006), Caesalpinia echinata Lam. (LAMARCA;LEDUC;BARBEDO, 2009), Tabebuia roseo-alba (Ridley) Sandwith.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…Hil. (MENDONÇA;COELHO;LUCHESE, 2006), Xylosma ciliatifolia (Clos) Eichler (FOGAÇA et al, 2006), Caesalpinia echinata Lam. (LAMARCA;LEDUC;BARBEDO, 2009), Tabebuia roseo-alba (Ridley) Sandwith.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…Com relação aos métodos de preparo das sementes, observou-se que a presença do tegumento, em razão da sua dureza ou impermeabilidade, dificultou a penetração da solução de tetrazólio, conferindo às sementes coloração desuniforme ou ausência de coloração, indicando a necessidade da retirada do tegumento para coloração das estruturas viáveis. De forma semelhante, a retirada do tegumento vem sendo indicada para várias outras espécies, tais como Styphnodendron adstringens (SILVA et al, 1997), Albizia hasslerii (ZUCARELI et al, 1999), Gleditschia amorphoides (FOGAÇA et al, 2006), Copaifera langsdorffii (FOGAÇA et al, 2006), Bauhinia forficata , Peltophorum dubium (OLIVEIRA et Adequação da metodologia do teste de tetrazólio ... (OLIVEIRA et al, 2001), Schizolobium parahyba .…”
Section: Discussionunclassified
“…(sucará), aquele em que as sementes foram escarificadas e submetidas à embebição por 48 horas com retirada do tegumento apresentou o melhor resultado, obtendo a condição de coloração ideal utilizando concentrações de 0,050 e 0,075% por 3 e 6 horas e 0,10% por 1 hora (FOGAÇA et al, 2006). Na figura 1 está representada em diagrama a classificação dos níveis de viabilidade encontrados no desenvolvimento do teste de tetrazólio para sementes de Copaifera langsdorffii, considerando as seguintes características como ideais: tecidos com coloração vermelha brilhante uniforme ou rósea, típica de tecido sadio, identificação e diferenciação dos tecidos mortos que apresentam coloração branca ou amarelada ou em deterioração com coloração vermelha intensa.…”
Section: Copaifera Langsdorffii -Copaíbaunclassified
“…Utilizando sementes de Gleditschia amorphoides (sucará), Fogaça et al (2006) obtiveram bons resultados com sementes escarificadas mecanicamente e embebidas por 48 horas, para posterior retirada do tegumento, e utilizando solução de tetrazólio de 0,075% por 3 horas, acondicionadas em câmara a 35º C, no escuro. Com imbuia, Kalil-Filho et al (2008) obtiveram bons resultados com embebição por 16 horas, com posterior retirada do tegumento e corte longitudinal através do centro do eixo embrionário, em solução de tetrazólio a 0,5% por 1 hora, em câmara a 40 ºC.…”
Section: Róseounclassified
See 1 more Smart Citation