2016
DOI: 10.11606/issn.2318-9800.v21i3p67-78 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Este artigo delineia alguns contornos interpretativos da expressão “amor mundi” nas formulações teóricas de Hannah Arendt e, principalmente, em contato direto com a obra Sobre a Revolução. O texto acompanha, portanto, as definições possíveis desses três termos – “amor”, “mundo” e “revolução” – na tentativa não só de evidenciar significados ao conhecido emblema político arendtiano, mas também de defender certa conciliação entre a “responsabilidade pelo mundo político” legado aos homens e o “cuidado com o eu mor… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
2
1
0
0
0
3

Year Published

2021
2021
2021
2021

Publication Types

Select...
1

Relationship

0
1

Authors

Journals

0
0
0
3
Order By: Relevance
“…Nesse episódio, pode-se perceber que existe no grupo uma reverência ao momento do outro, o grupo permite não apenas o sentir diferente da maioria, mas também garante que esse sentimento seja expresso. De acordo com Nunes (2016), afirmar a liberdade do outro e permitir que ele seja é a maior prova do amor mundi. Nisto entende-se que amar o mundo não diz respeito só a sua contemplação e ao desejo de viver nele, mas principalmente ao compromisso de garantir a sobrevivência das outras pessoas, fazendo do mundo um lar para elas.…”
Section: Grupo De Mulheresunclassified
See 2 more Smart Citations
Create an account to read the remaining citation statements from this report. You will also get access to:
  • Search over 1.2b+ citation statments to see what is being said about any topic in the research literature
  • Advanced Search to find publications that support or contrast your research
  • Citation reports and visualizations to easily see what publications are saying about each other
  • Browser extension to see Smart Citations wherever you read research
  • Dashboards to evaluate and keep track of groups of publications
  • Alerts to stay on top of citations as they happen
  • Automated reference checks to make sure you are citing reliable research in your manuscripts
  • 7 day free preview of our premium features.

Trusted by researchers and organizations around the world

Over 130,000 students researchers, and industry experts at use scite

See what students are saying

rupbmjkragerfmgwileyiopcupepmcmbcthiemesagefrontiersapsiucrarxivemeralduhksmucshluniversity-of-gavle
“…Nesse episódio, pode-se perceber que existe no grupo uma reverência ao momento do outro, o grupo permite não apenas o sentir diferente da maioria, mas também garante que esse sentimento seja expresso. De acordo com Nunes (2016), afirmar a liberdade do outro e permitir que ele seja é a maior prova do amor mundi. Nisto entende-se que amar o mundo não diz respeito só a sua contemplação e ao desejo de viver nele, mas principalmente ao compromisso de garantir a sobrevivência das outras pessoas, fazendo do mundo um lar para elas.…”
Section: Grupo De Mulheresunclassified
“…Nesse contexto de desconstrução da política de saúde mental, onde o desejo pela segregação de alguns tem sido exposto sem espanto, faz-se urgente a divulgação de experiências de cuidado e convivência com a loucura que correspondam ao que propõe a Reforma Psiquiátrica, que visem a liberdade humana e a reconstrução dos vínculos que conectam as pessoas como seres iguais. Essa igualação significa dizer que as pessoas se tornem parceiras, que, juntas, constituam uma comunidade, se responsabilizando umas pelas outras e pelo próprio mundo (Arendt, 1993;Nunes, 2016). Este modo de vinculação entre as pessoas, pautado primeiramente no cuidado e na preocupação de umas com as outras, se aproxima do conceito de amor mundi (amor ao mundo) formulado por Arendt (1993).…”
Section: Introductionunclassified
See 1 more Smart Citation