2009
DOI: 10.1590/s0103-20032009000300002
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Resumo: Este estudo analisa os impactos no crescimento econômico do município de Cidade Gaúcha (PR) gerados pela instalação da Usina Usaciga. Como referencial teórico, serviu-se das abordagens do desenvolvimento regional referentes ao papel das interligações técnicas e da indústria motriz sobre o processo de crescimento local. Utilizou-se dados primários, cedidos pela empresa, e dados secundários, compilados dos Censos Demográficos do IBGE e da Base de Dados do Ipardes. Como resultado, a Usina Usaciga gera atu… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
3
0
9

Year Published

2013
2013
2017
2017

Publication Types

Select...
3
1

Relationship

0
4

Authors

Journals

citations
Cited by 14 publications
(12 citation statements)
references
References 1 publication
(12 reference statements)
0
3
0
9
Order By: Relevance
“…Processing plants have been shown to be key driver of endogenous growth in many Brazilian municipalities (Shikida and Souza, 2009). In addition to the positive direct economic effect of a new processing plant brought about by job creation, there are also positive economic effects on the local business sector, the local service sector, and municipal tax revenue (Chagas et al 2010;Satolo and Bacchi, 2013;Shikida and Souza, 2009 (Chagas et al 2012). On a more regional level, Terciote observed that the implementation of an industrial plant creates demand for many steel industry products, such as machinery, tractors and construction materials, further stimulating the regional economy (Terciote, 2006).…”
Section: Accepted Manuscriptmentioning
confidence: 99%
“…Processing plants have been shown to be key driver of endogenous growth in many Brazilian municipalities (Shikida and Souza, 2009). In addition to the positive direct economic effect of a new processing plant brought about by job creation, there are also positive economic effects on the local business sector, the local service sector, and municipal tax revenue (Chagas et al 2010;Satolo and Bacchi, 2013;Shikida and Souza, 2009 (Chagas et al 2012). On a more regional level, Terciote observed that the implementation of an industrial plant creates demand for many steel industry products, such as machinery, tractors and construction materials, further stimulating the regional economy (Terciote, 2006).…”
Section: Accepted Manuscriptmentioning
confidence: 99%
“…É nesse contexto que os estudos buscam identificar e analisar variáveis que podem refletir mudanças na condição de vida dos que ali vivem, mudanças na situação econômica regional, avanços nas áreas de educação, emprego, saúde, entre outras que podem compor o desenvolvimento de uma região. Em relação à cultura da cana-de-açúcar, conforme apontam Shikida e Souza (2009), alguns aspectos positivos são facilmente observados como: geração de emprego; diminuição gradativa da mão de obra temporária em função das exigências legais; remuneração salarial superior da cultura de cana; geração de renda e de impostos; abertura do mercado internacional ao etanol anidro; além do programa brasileiro de estímulo a veículos com motores que utilizam fontes energéticas renováveis como o etanol.…”
Section: Shikida (2010)unclassified
“…Alguns estudiosos (SHIKIDA e SOUZA, 2009;NEVES e CONEJERO, 2007;JUNQUEIRA et al, 2009;TONETO JUNIOR e LIBONI, 2008) têm levantado aspectos positivos em relação à presença de usinas em determinados municípios brasileiros. Entre eles podem-se citar: geração de emprego, que diminui a migração para as áreas urbanas, melhorando a qualidade de vida de muitas localidades; diminuição gradativa da mão de obra temporária, em função das exigências legais relativas à extinção das queimadas na colheita da cana, mas com a geração de novos empregos em outras atividades que demandam mão de obra mais qualificada; remuneração salarial superior da cultura de cana em relação às várias outras culturas agrícolas, bem como da indústria de açúcar e álcool em relação às outras indústrias alimentícias; geração de renda e de impostos, além do aumento das transferências de recursos estaduais aos municípios e abertura do mercado internacional ao etanol anidro, devido às políticas governamentais de adição do álcool à gasolina e ao fato de o Brasil ser o único País que tem um programa em larga escala de veículos com motores que utilizam como fontes energéticas o etanol.…”
Section: Introductionunclassified
“…Dentre os aspectos prejudiciais para os municípios, determinados estudos (SZMRECSÁNYI et al, 2008;GONÇALVES JÚNIOR et al, 2009;SHIKIDA e SOUZA, 2009;ALTIERI, 2009) apontam para a existência de uma rede de saúde e saneamento no limite de sua utilização e insuficientes para atender a população itinerante ocupada no plantio e na colheita de cana; o desarranjo de atividades produtivas locais importantes para o abastecimento alimentar e para o comércio regional, ameaçadas de desestruturação pela introdução da monocultura de cana em larga escala que substitua atividades preexistentes; concentração fundiária intensificada pela monocultura extensiva resultante da corrida para a aquisição de terras e pelo elevado grau de verticalização da indústria canavieira; sazonalidade da demanda de mão de obra ainda presente em muitas lavouras canavieiras; mecanização do cultivo de cana que prejudica o mercado de trabalho, pois o setor é o que mais emprega analfabetos ou semianalfabetos e eles poderiam ter dificuldades de empregabilidade; possibilidade de dependência por parte dos municípios a somente uma atividade econômica, o que pode comprometer sua economia caso o setor canavieiro sofra crises e concentração na produção em grandes produtores agrícolas que favorece a utilização de uma grande quantidade de insumos agroquímicos -herbicidas e fertilizantes nitrogenados -que provocam graves consequências ambientais.…”
Section: Introductionunclassified