volume 8, issue 3, P943-972 2018
DOI: 10.1590/2238-38752017v838
View full text
|
|
Share

Abstract: Resumo O crescimento turístico observado nos últimos anos no arquipélago de Cabo Verde, particularmente na ilha da Boa Vista, é objeto de reflexão deste artigo. Meu interesse é pensar sobre os sentidos de africanidade construídos na relação entre cabo-verdianos e turistas europeus que se deslocam para o arquipélago em busca de experiências africanas em um ambiente calmo, paradisíaco, exótico e tropical. Tais categorias, que permeiam os folders, sites e revistas de turismo no arquipélago, são analisadas como fo…

Expand abstract