2006
DOI: 10.1590/s0102-311x2006000800003
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

A fenomenologia e as abordagens sistêmicas nos estudos sócio-antropológicos da doença: breve revisão crítica

Abstract: This paper aims to identify the ways by which the principal frames of reference in the social sciences explain the structure of social actors' knowledge, practices, values, and behaviors regarding health care. The article begins by examining some of the assumptions underlying studies produced within what are called systemic theories. It then proceeds to discuss phenomenological approaches to the health and illness experience. The goal is to clarify how these approaches focus on experience and depart from preva… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
2
1

Citation Types

0
3
0
55

Year Published

2008
2008
2021
2021

Publication Types

Select...
6
2

Relationship

0
8

Authors

Journals

citations
Cited by 44 publications
(66 citation statements)
references
References 32 publications
0
3
0
55
Order By: Relevance
“…Representa "as noções sobre um episódio de doença e seu tratamento que são empregadas por todos aqueles engajados em um processo clínico" (ALVES, 1993, p.266). É um modelo que estabelece um quadro analítico que mostra comparações entre diferentes culturas e sistemas de tratamento (ALVES, 1993(ALVES, , 2006.…”
Section: Modelos Explicativos E Etnografiaunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Representa "as noções sobre um episódio de doença e seu tratamento que são empregadas por todos aqueles engajados em um processo clínico" (ALVES, 1993, p.266). É um modelo que estabelece um quadro analítico que mostra comparações entre diferentes culturas e sistemas de tratamento (ALVES, 1993(ALVES, , 2006.…”
Section: Modelos Explicativos E Etnografiaunclassified
“…É nesse setor popular que o sujeito irá construir as diversas percepções e concepções de tratamento e cura que vão avaliar e julgar os conhecimentos e práticas dos outros setores (profissional e o folk) (ALVES, 2006). Para Kleinman (1984), o conceito de doença pode ser observado por dois olhares distintos, o olhar do profissional da saúde, que está direcionado para as alterações fisiológicas e estruturais do organismo (disease), e o olhar direcionado para a perspectiva da experiência da doença, vivenciada pelo sujeito e pelos familiares (illness).…”
Section: Modelos Explicativos E Etnografiaunclassified
“…Este trabalho se insere, como grande parte da produção da antropologia da saúde, na perspectiva fenomenológica e traz para o centro da reflexão a ideia de experiência e uma reabilitação do mundo sensível (Alves, 2006). Esta perspectiva fenomenológica vai recuperar os modos de estar no mundo dos sujeitos; será fundamental entender as práticas dos sujeitos, a experiência do mundo.…”
Section: Artigo | Octavio Bonetunclassified
“…Assim, para compreender como a LMC impacta ou desestrutura o mundo da vida 21 é preciso considerar a inter-relação entre três elementos: o corpo, como fundamento da inserção prática no mundo; a compreensão, considerada como o modo essencial que o ser humano tem de existir no mundo; e a intersubjetividade 23,24,25 , a qual se refere às correspondências mútuas que preexistem nas interações sociais. A abordagem das experiências subjetivas dos sujeitos permite relacionar aspectos tanto sociais como cognitivos da experiência ao abordar a forma pela qual os indivíduos se situam ou assumem a situação de enfermidade, conferindo-lhes significados e desenvolvendo formas rotineiras de viver com ela.…”
Section: Introductionunclassified