2018
DOI: 10.1590/s0104-59702018000500013 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Resumo O texto pretende construir uma análise inicial sobre a forma como obstetras ativistas da humanização do parto e do nascimento no Brasil entendem e analisam a prática da episiotomia, intervenção técnica convencional nos protocolos obstétricos que aprenderam durante suas formações médicas e a qual posteriormente abandonaram. Apresentamos uma construção analítica inicial pela ótica dos estudos sociais da ciência e tecnologia e levantamos questionamentos sobre os conceitos de neutralidade da ciência e das t… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
0
0
0
0
0
0
0
0
2

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals