volume 25, issue 1, P59-80 2013
DOI: 10.1590/s1984-02922013000100005
View full text
|
|
Share

Abstract: A sexualidade assumiu a condição de centralidade subjetiva pelo entrecruzamento de diversos demarcadores da Modernidade, como a legitimação do saber-verdade da ciência, a afirmação da individualidade e a institucionalização dos segmentos infanto-juvenis. Partindo dessa premissa, este artigo analisa sentidos produzidos por jovens sobre "sexualidade" em um grupo de discussão sobre saúde, com base em uma pesquisa-intervenção operacionalizada por observações-participantes e pela formação de oficinas sobre saúde, e…

Expand abstract