volume 13, issue 2, P283-300 2011
DOI: 10.1590/s1517-106x2011000200007
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: pensar que se desdobra na linguagem, como linguagem. Em última instância, há o caminho afeiçoado da língua que se estranha e hospeda o sujeito, sem permissão, entre o querer-dizer e o permitir-dizer. Eis que a tendência do discurso da verdade pode conduzir o caminho do pensar. Mas isso não no ato de escrever, não na marca do escrever como disseminação; pois vigoram aqui as divisas de uma impossí-vel perda; reúnem-se, por dissimulação, a experiência e o inesperado. Ou, de um lado, certa saúde no pensar, no esc…

Expand abstract

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
0
0
1

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals