2007
DOI: 10.1590/s0104-83332007000100011
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Este artigo, apoiado em observação etnográfica, fontes documentais e entrevistas, enfoca a constituição de um circuito GLS na cidade de São Paulo desde a década de 1990, bem como uma disposição de se passar ao largo de categorias relacionadas a sexualidade na definição de espaços de consumo e sociabilidade, abraçada por um público que poderia ser definido pela categoria "modernos". A abordagem desses processos está ancorada em perspectivas teóricas que observam o caráter contingencial e performativo da constit…

Expand abstract