volume 24, issue 4, P913-931 2017
DOI: 10.1590/s0104-59702017000500004
View full text
|
|
Share

Abstract: Resumo O estudo demonstra como as traduções para a língua portuguesa influenciaram o mercado editorial, além de tentar compreender o estabelecimento da norma culta da língua portuguesa em fins do século XVIII. Fazendo um recorte temático sobre os textos de medicina, no universo de obras traduzidas, publicadas ou não, para o português no período 1770-1810, recorre aos paratextos dos tradutores - e, eventualmente, editores - dos livros médicos ou farmacêuticos, cruzando-os com as censuras dessas obras, feitas po…

Expand abstract