volume 20, issue 50, P331-341 2007
DOI: 10.1590/s0103-49792007000200010
View full text
|
|
Share

Abstract: O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do Brasil tem origem vinculada às ações das Igrejas, principalmente da Igreja Católica, em sua vertente denominada Teologia da Libertação. Esse movimento teológico sempre esteve muito próximo das análises sociais socialistas, utilizando, muitas vezes, um referencial marxista. As relações da Igreja Católica com os movimentos sociais do campo foram muito presentes no Brasil, e este trabalho apresenta as relações sociais, políticas e teológicas presentes no MST…

Expand abstract