volume 21, issue 2, P182-192 2009
DOI: 10.1590/s0102-71822009000200005
View full text
|
|
Share

Abstract: No Brasil, autores de referência no campo da Saúde Mental e trabalho vêm trabalhando no sentido de demarcar o objeto da Psicologia com base no materialismo histórico, em função de uma série de insuficiências teóricas detectadas na ciência psicológica. Este artigo analisa as fontes teóricas da definição de psíquico utilizada por Codo e colaboradores baseados no materialismo histórico em seus estudos sobre o sofrimento psíquico e trabalho, identifica suas deficiências teóricas e mostra as razões pelas quais os a…

Expand abstract