volume 59, issue 6, P1412-1416 2007
DOI: 10.1590/s0102-09352007000600010
View full text
|
|
Share

Abstract: RESUMOAvaliaram-se 55 cães com distúrbios neurológicos e verificou-se a ocorrência de afecções neurológicas de origem central, detectadas pela ultra-sonografia transcraniana (USTC). Vinte e nove (52,9%) animais apresentaram diagnóstico compatível com hidrocefalia, e destes, 16 (55,1%) eram fêmeas e 15 (51,7%) tinham menos de dois anos. Quinze (27,3%) cães apresentaram lesões focais, quatro (7,2%), alterações difusas e quatro (7,2%) apresentavam imagens sugestivas de lissencefalia; em três (5,4%) não foram det…

Expand abstract