volume 33, issue 1, P55-62 2011
DOI: 10.1590/s0101-81082011000100010
View full text
|
|
Share

Abstract: A exposição prolongada a múltiplos eventos traumáticos de natureza interpessoal, sobretudo durante o desenvolvimento, tem demonstrado consequências e sintomas psiquiátricos não considerados pelo atual diagnóstico de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Essas situações negativas e crônicas durante a infância e adolescência evidenciam a existência de uma síndrome psicopatológica associada a complexas (des)adaptações a efeitos traumáticos diversos. A ausência de um diagnóstico coeso e fidedigno para essa…

Expand abstract