volume 28, issue 98, P211-230 2007
DOI: 10.1590/s0101-73302007000100011
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: RESUMO:Este artigo estuda como uma organização específica do sistema escolar como a francesa, tomada como exemplo (que deveria ser válido para muitos outros sistemas do mesmo tipo), reage no contexto contemporâneo de pós-modernismo e globalização. A questão central é: está ocorrendo uma dissolução inevitável dos padrões específicos em razão da crise presumida ou existe alguma possibilidade de renascimento sobre uma nova base? Quatro etapas dão ritmo ao texto: a noção de política educacional; a crise da instit…

Expand abstract