volume 27, issue 94, P71-90 2006
DOI: 10.1590/s0101-73302006000100004
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: RESUMO:Os danos no processo formativo, decorrentes da hegemonia da indústria cultural, são investigados há algum tempo por pesquisadores das áreas de filosofia, psicologia, sociologia e história da educação. De forma geral, concluiu-se que não há uma relação de causa e efeito entre a indústria cultural e a produção de consciências reificadas. Porém, é preciso compreender de que modo o consumidor dos produtos da indústria cultural se esforça para permanecer na condição de objeto, ao invés de ser sujeito de sua…

Expand abstract