volume 24, issue 85, P1319-1340 2003
DOI: 10.1590/s0101-73302003000400011
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: RESUMO: À semelhança do ocorrido noutros países do mesmo contexto geográfico, também em Portugal o desenvolvimento da autonomia das organizações escolares tem sido associado à ideia de que cada escola deve construir o seu projecto educativo. Tomando como quadro central de referência as perspectivas da análise organizacional, procuramos dar conta quer de alguns dos pressupostos teóricos que subjazem a estas intenções, quer dos requisitos que, no nível da participação, da estratégia e da liderança, devem susten…

Expand abstract