volume 23, issue 79, P243-254 2002
DOI: 10.1590/s0101-73302002000300012
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Sabia, sim, que jovem sem instrução é violento, não tem cabeça. Mas pensava que estudante de medicina, aluno da USP conhece o certo e o errado. Se estudou mais, deve ser mais humano, mais educado, mais familiar. É uma lógica matemática. Não sabia que na faculdade meu filho ia encontrar mesmo perigo da rua. RESUMO: O texto propõe-se a investigar a existência de um processo psicossocial de integração sadomasoquista (os chamados "trotes") entre os calouros e veteranos do curso de Pedagogia da Universidade Federa…

Expand abstract