volume 22, issue 75, P15-32 2001
DOI: 10.1590/s0101-73302001000200003
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: RESUMO:Partindo de algumas observações prévias que ajudam a situar a posição do autor em relação ao tema em análise, o qual tem como referência o campo da sociologia das políticas educacionais, o texto procura, seguidamente, situar a crise do Estado-nação e as suas implicações para pensar algumas dimensões da educação, terminando por equacionar, sucintamente, a reforma do Estado, tendo em conta, sobretudo, os constrangimentos decorrentes das novas instâncias de regulação supranacional. Palavras-chave: Estado-…

Expand abstract