volume 17, issue 2, P15-37 2009
DOI: 10.1590/s0101-47142009000200003
View full text
|
|
Share

Abstract: RESUMO: O artigo explora as diferentes designações toponímicas que o espaço geográfico situado no Atlântico sul recebeu na cartografia européia dos séculos XVI e XVII. Nela, a representação do espaço continental era mais comum do que o registro dos espaços marítimos, frequentemente denominados por designações particulares -mares regionais -, atribuídas segundo a linha da costa. Uma série de conexões podem ser estabelecidas com o processo de consolidação do tráfico negreiro e a concorrência interimperial. PALA…

Expand abstract