volume 30, issue 5, P379-382 1988
DOI: 10.1590/s0036-46651988000500008
View full text
|
|
Share

Abstract: RESUMOInvestigou-se o papel do contacto com cães no domicílio e na atividade profissional como fatores de risco para transmissão de larvas de Toxocara sp. a seres humanos, acarretando a síndrome de larva migrans visceral. Através de técnica imunoenzimática (E.L.I.S.A.) pesquisou-se a presença de anticorpos anti-Toxocara no soro de 79 mulheres adultas, residentes no município de São Paulo, que possuíam, ou possuíram nos dois últimos anos, cães em seus domicílios e de 123 homens adultos, funcionários da Prefeit…

Expand abstract