volume 30, issue 2, P95-100 1988
DOI: 10.1590/s0036-46651988000200008
View full text
|
|
Share

Abstract: Foi avaliado o teste imunoenzimático (ELISA), para detecção de anticorpos da classe IgM na leptospirose humana. Nas amostras de soros analisadas, o teste ELISA demonstrou ser mais sensível, específico e precoce, quando comparado ao teste de soroaglutinação microscópica. A análise dos resultados obtidos nesta avaliação demonstra que o teste ELISA permite detectar níveis baixos de anticorpos circulantes, e também anticorpos não aglutinantes. não detectáveis através do teste de soroaglutinação microscópica.