volume 72, issue 2, P127-132 2013
DOI: 10.1590/s0006-87052013000200003
View full text
|
|
Share

Abstract: ResumoEste trabalho objetivou identificar a divergência genética entre acessos de cafeeiro do grupo Maragogipe, situados no Banco Ativo de Germoplasma de Café do Estado de Minas Gerais, no município de Patrocínio (MG), por meio de análises multivariadas. Foram avaliados 27 descritores morfo-agronômicos, e a distância generalizada de Mahalanobis foi usada para quantificar a divergência genética entre os acessos. Como estratégias de agrupamento, foram empregados o agrupamento de Tocher, o método hierárquico Unw…

Expand abstract